O lugar onde cabem as páginas soltas desta caminhada e todos os passos que esta bailarina vai aprendendo a dar
.



.

2010-01-22

Dás-me o teu número?

Saiu de dentro do automóvel branco, um rapaz bem parecido e alto. Dirigir-se à minha janela direita, também chamada a do pendura e apenas me perguntou:
- Boa tarde. Podes dar-me o teu número?
- Desculpa?  E desatei a rir! Acho que sem pensar, quase de pronto estiquei a mão e pedi-lhe o telemóvel. A sorrir marquei o número da tmn.
- Está aí, agora é só guardares!
- Tão rápido?! Referiu ele num tom meio surpreso.
- Acredita, é o meu número. Mas posso dar-te o da vodafone se preferires!
- Se não te importares? De pronto marquei o número e devolvi o telemóvel.
- Já agora chamo-me L., como é o teu nome?
- Marta.
- E podias explicar-me como volto para a A8, tenho de ir rápido para Mafra.
- Fazes inversão de marcha na próxima rotunda e fazes o caminho de volta.

Lá foi ele para Mafra. E eu em direcção à minha consulta, no sentido contrário, agora mais atrasada, mas a rir sem conseguir parar!
 
Estava na consulta e um dos telemóveis tocou, não atendi, parecia mal! Passado um minuto tocou o outro... aí que ansiedade me deu. Quero ver quem é. Será que foi ele? Assaltou-me o pensamento!
 
Quando saí, meio a impedir a entrada do ginásio, verifiquei quem me ligou. Foi o mesmo número para as duas redes. Como tive um problema à pouco tempo com o telemóvel antigo,  o senhor meu pai meteu-me o telm no chá, perdi muitos números. Acho que pensou que se tratava de uma bolacha, brinco eu, já que tive de investir em mais um produto de telecomunicações. Agora muitas pessoas ligam-me e eu que só sei de cor os meus números, o da minha mãe e o de casa, fico sempre na dúvida quem seja. Ou seja, aquela chamada podia ser de qualquer pessoa. Mesmo assim retribuí a chamada.
 
Ninguém atendeu...
 
Enviei uma mensagem para o número em questão, onde disse:
Não podia atender.
Marta.

Nem cinco minutos depois, recebi uma chamada, mas o nervosismo fez com que não conseguisse atender... eu nem sei o que fiz, mas acabei por desligar a chamada. Liguei de volta e estava interrompido. Numa corrida desliguei, bela altura em que o fiz, o telemóvel começou a tocar. Estavam a ligar-me!

Agora e com mais calma, olhei bem para as teclas e atendi.

- Estou Marta?
- Sim, sou eu? Luís?
- Sim!! Eu ia a conduzir, tive mesmo que parar. Acho que tremia!

Lá falamos um pouco, ia em trabalho a Mafra. Trabalha num dos nossos jornais diários. Perguntou o que fazia. Bem, falamos de coisas básicas. Se é que existem coisas básicas, para quem se viu uma vez e apenas sabe o nome próprio do outro. A conversa terminou depois de ficar apalavrado, que iríamos combinar um café.

Passado uns 10 minutos recebi a seguinte mensagem:
Por mim ia já ter contigo.
Bem melhor que estar aqui.
 
Começamos a trocar mensagens, e às 20h ligou-me. Não podia atender, estava a falar com a minha mãe na rua. E queria falar num local sozinha.
 
Lá liguei já no quarto, num local onde me sentia à vontade. E acabamos por combinar tomar café no dia seguinte, quarta-feira. Mas as mensagens continuaram e a última foi enviada era já 3h17 da manhã.
 
Às 11h52, quando ainda dormitava recebi um:
Olá!
 


 

O que me deixou feliz, foi nunca ter pensado na pessoa que me preenchia os dias, as tardes, as noites... até mesmo os sonhos. Nem por um minuto pensei nele.

4 comentários:

мα∂αℓєηα disse...

Eu não te disse Martinha???? Naquele teu post em q o titulo é "Só me apetece gritar", q ás vezes temos de passar por tristezas q depois se transformam em supresas fantásticas?? Eu sabia ...eu sabia q tu a ias ter ♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪♫ ♪

beijinhos grandes :D

Susy disse...

Cá estou eu!!!

Claro que tinha de vir ver o seguimento desta incrivel história!!!

E sabes que mais? Não foi comigo (tive vontade!) mas ainda bem que sei que aconteceu realmente a alguém! Estou feliz porque aconteceu, simplesmente! Aproveita!!!

Beijinhos!

essaagora disse...

mas como tudo, só as cenas dos próximos capítulos poderá dizer o que virá ai...

Beijinhos Grandes Madalena e Suzy... depois conto o resto =)

Só Avulso disse...

Afinal sempre houve troca de números :) Estou desejosa pelas cenas do próximo capítulo!

É tudo tão empolgante que até parece que é comigo... e se fosse digo-te que até agora tudo o que fizeste eu faria exactamente igual!

beijinhos***