O lugar onde cabem as páginas soltas desta caminhada e todos os passos que esta bailarina vai aprendendo a dar
.



.

2010-06-03

A vida...


Recebi este texto no email e por ser tão verdade decidi colocá-lo aqui para que possam pensar um pouco sobre o assunto!

Um professor, diante da sua turma de filosofia, sem dizer uma palavra, pegou num frasco grande e vazio de maionese e começou a enchê-lo com bolas de golfe. A seguir perguntou aos estudantes se o frasco estava cheio. Todos estiveram de acordo em dizer que "sim".

O professor pegou então numa caixa de fósforos e despepejou-a para dentro do frasco de maionese. Os fósforos preencheram os espaços vazios entre as bolas de golfe. O professor voltou a perguntar aos alunos se o frasco estava cheio, e eles voltaram a responder que "Sim".
 
A seguir, o professor pegou uma caixa de areia e vazou-a para dentro do frasco. Obviamente que a areia preencheu todos os espaços vazios e o professor questionou novamente se o frasco estava cheio. Os alunos responderam-lhe com um "Sim" retumbante.

O professor em seguida adicionou duas chávenas de café ao conteúdo do frasco, que preencheu todos os espaços vazios entre a areia.
Os estudantes riram-se nesta ocasião.

Quando os risos terminaram, o professor comentou:
"Quero que percebam que este frasco é a vida. As bolas de golfe são as coisas importantes, a famí­lia, os filhos, a saúde, a alegria, os amigos, as coisas que vos apaixonam. São coisas que mesmo que perdêssemos tudo o resto, a nossa vida ainda estaria cheia. Os fósforos são outras coisas importantes, como o trabalho, a casa, o carro etc. A areia é tudo o resto, as pequenas coisas. Se primeiro colocarmos a areia no frasco, não haverá espaço para os fósforos, nem para as bolas de golfe. O mesmo ocorre com a vida. Se gastamos todo o nosso tempo e energia nas coisas pequenas, nunca teremos lugar para as coisas que realmente são importantes. Prestem atenção às coisas que realmente importam. Estabeleçam as vossas prioridades, e o resto é só areia".
 
Um dos estudantes levantou a mão e perguntou:
"Então e o que representa o café?"
 
O professor sorriu e disse:
"Ainda bem que perguntas! Isso é só para vos mostrar que, por mais ocupada que a vossa vida possa parecer, há sempre lugar para tomar um café com um/a amigo/a".

ter tempo para um café com um amigo... tem de existir, sempre!!!

7 comentários:

A minha essência disse...

Eu costumo sempre dizer: as amizades são como as plantas, têm que ser regadas senão murcham!
Está tudo dito!

Beijos :)

Susaninha disse...

Adoreiiiiiii...
Como estas bailarina???
UM SUUUUUrrisinho docinho com CARINHO:)

essagora , a bailarina dos olhos grandes disse...

Essência,
mas as verdadeiras amizades não morrem com o tempo...

por mim desde que sejam bem regadas :)

Beijinhos

essagora , a bailarina dos olhos grandes disse...

Susaninha,

Olá minha Linda, estou numa fase de muita turbulência. E com necessidade de colocar os pés na terra, até chorar um pouco se for caso disso e voltar a encher o peito de ar, porque sou mais forte que qualquer tempestade!

Espero que tu estejas bem!!!!

Beijocas grande e muitos sorrisos carregados de raio de sol!

João Casanova disse...

que maravilha.
gostei. e vou dizê-lo aos meus alunos...em jeito de despedida.

essagora , a bailarina dos olhos grandes disse...

João, é mesmo e estás à vontade.

Aliás, arranja o material e faz isso na aula. Terá mais impacto!

Só precisas de um frasco, as bolas podem ser de ténis de mesa, areia vais a uma praia, fósforos (lidl, vendem em caixas de 3), o café ( pedes um pouco na sala de prof's.

No final deitas tudo fora e reciclas as bolas e o frasco, que limpas com um papel das mãos (tipo cozinha) para não ficar com aquele aspecto meio seboso!

Acho que estás aqui a dar-me uma ideia... :)

e eu até devo ter para ali 2 ou 3 bolas de golfe!

Beijocas

Arabrab disse...

Também me enviaram esse texto. Adorei a história (: